Recomendação de leitura

Se você está visitando o blog pela primeira vez, recomendo que comece lendo das publicações mais antigas às mais recentes. Assim é a lógica do blog, para que você possa compreender a história de Clara e Davi.
Um casal apaixonado, que por algum motivo se viram obrigados a ficar separado, recorre à Internet para ajudar a suportar a saudade e solidão.
Aqui, você vai encontrar as cartas de amor trocadas por este casal.
Entrelinhas

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Eu estava enganado.

Clara,


Faz tão pouco tempo que nos separamos, e eu já não aguento mais a sua ausência em minha vida.
Todos os dias, quando levanto da cama, sinto um vazio enorme...


Eu confesso a você que achei que fosse superar fácil essa separação, achei que mais cedo ou mais tarde perceberia que tinha sido só "fogo de palha" e quem não tinha mesmo como ficarmos juntos com essa distância enorme entre nós dois.


Como eu me enganei.


É uma música que escuto, (o CD dos Engenheiros que você deixou aqui propositalmente), alguém na rua que se parece com você, âquela maneira engraçada que você prende os cabelos...
Sinto seu perfume em meu travesseiro, o seu cheiro em meu lençol... Mesmo já os tendo lavado algumas vezes. Acho que o seu cheiro está mesmo gravado em mim.
Às vezes, até acredito escutar sua voz. Olho em volta, mas é só a televisão ligada...


Foi tão bom o tempo que passamos juntos!
Queria poder voltar ao tempo e insistir um pouco mais para você ficar.
Agarrar seus documentos, te prender se fosse preciso.


O que farei agora com esse sentimento tão grande, que é maior até mesmo que a distância que nos separa?



Será que posso te pedir para voltar? Volta, Clara. Volta. Eu peço mesmo assim.




Davi.

0 comentários: