Recomendação de leitura

Se você está visitando o blog pela primeira vez, recomendo que comece lendo das publicações mais antigas às mais recentes. Assim é a lógica do blog, para que você possa compreender a história de Clara e Davi.
Um casal apaixonado, que por algum motivo se viram obrigados a ficar separado, recorre à Internet para ajudar a suportar a saudade e solidão.
Aqui, você vai encontrar as cartas de amor trocadas por este casal.
Entrelinhas

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Só acontece uma vez na vida...

Davi,

É impressionante como buscamos focar no trabalho para distrair o coração... Também posso dizer que nunca trabalhei tanto. Tenho saído mais cedo de casa e voltando cada vez mais tarde... Sem falar nas minhas pequenas viagens às cidades do interior para prestar assistência à comunidade. Realmente é a única hora onde consigo desconectar minha mente de você...

Mas não podemos desistir, nem nos entregar. Nosso amor foi algo tão incrível que me aconteceu, algo tão inesperado... Um sentimento desse só acontece uma vez na vida, e, com certeza, não vem para que dê errado.

É o nosso destino ficar juntos, e se estamos separados hoje, deve haver um motivo maior para isso. Seja para amadurecimento, seja para fortalecer nossos sentimentos...

Uma amiga me disse esses dias: é mais fácil amar à distância, porque não estamos em contato com os defeitos do outro. Será mesmo? Será que se estívessemos juntos esse tempo todo, o nosso amor sucumbiria aos desintendimentos?

Não, Davi, não o nosso amor. Pode ser com outras pessoas, mas o nosso amor nasceu para dar certo. Estamos apenas esperando o momento certo para sua concretização.

E o senhor, juízo em suas viagens...

Amo você.

Clara

2 comentários:

Anônimo disse...

A convivência realmente acaba com muitos sentimentos... Tem de ser forte o suficiente para suportar os defeitos alheios.

Rafhitch disse...

Em parte eu concordo que, enquanto cada um encontra-se em seu canto o amor é lindo. Quando se junta, aí o bicho pega. Começam os desentendimentos de verdade. Claro que tem as exceções e existem casais que conseguem conviver harmoniosamente juntos.

Mas, nos dias atuais, quando junta não dá certo.